7up7down

O departamento de Inteligência da Polícia Civil do Rio identificou uma séria ameaça à vida do governador do Rio, Cláudio Castro, e seus familiares. A ameaça partiu dos membros do “Bonde do Zinho”, a maior milícia em atividade no estado.

Tal ameaça está relacionada a uma operação que resultou na morte do sobrinho de Luis Antônio da Silva Braga, conhecido como Zinho. O sobrinho, apelidado de Faustão, foi morto pela polícia na última segunda-feira, 23.

Governador Cláudio Castro e o miliciano Zinho – Montagem de 7up7down

Foi implementado um reforço na proteção do governador, de sua esposa e de seus dois filhos.

Ônibus queimados

No mesmo dia, houve a queima de 35 ônibus e um trem na cidade do Rio de Janeiro. A polícia suspeita que o incêndio desses veículos tenha sido uma manobra de distração para facilitar a fuga de Zinho, o miliciano em questão.

Ação de facções criminosas resultou em dezenas de ônibus incendiados segunda-feira|Rio Ônibus

VÍDEO|Bonde do Zinho ameaça de morte o governador do RJ, Cláudio Castro:

Metrópoles|Reprodução