Ainda está longe a eleição de 2022, mas, para os políticos, principalmente nesse fim de ciclo da política sergipana, a campanha para governador está logo ali.

No PT, é tida como certa uma candidatura do senador eleito Rogério Carvalho.

No gabinete do governador Belivaldo Chagas (PSD), as discussões sobre ajustes financeiros da máquina impera sobre toda e qualquer outra discussão. Lá, 2022 está muito longe de chegar.

Jorge Henrique / ASN

Nas oposições, tudo vai depender do cenário eleitoral.

Entre os governistas, já se sabe que o deputado federal Laércio Oliveira (PP) não pretende mais disputar a reeleição. Seu objetivo é disputar a Chefia do Executivo, preferencialmente a sucessão de Belivaldo.

Outro que também pretende disputar o governo é o deputado federal Fábio Mitidieri, do mesmo partido do governador.

Advogados dativos são convocados pelo Poder Judiciário para atuar nas comarcas onde não há defensores públicos e na defesa de réus que não possam contratar advogados privados.

Nesta sexta-feira, 25, em encontro com Defensores Gerais de todo o País, em Aracaju, o governador Belivaldo Chagas (PSD) revelou que o Estado gasta mensalmente com o pagamento a advogados dativos mais de R$ 1 milhão.

São mais de R$ 12 milhões por ano.

O montante gasto é resultante do baixo numero de Defensores Públicos no Estado.

Durante o encontro, o governador pediu ao Defensor Público Geral do Estado, Leó de Carvalho Neto, que faça levantamento para saber quantos defensores o Estado pode contratar com o valor dispensado no pagamento aos advogados dativos.

Os desfechos e a intervenção de Robson Viana no caso Luciano Bispo. A disputa para a Assembleia Legislativa a todo o vapor. Confira os bastidores da política sergipana:

Luciano Bispo e Robson Viana

Caso Luciano Bispo I

A surpresa da manhã desta sexta-feira, 25, foi o pedido apresentado pelo deputado Robson Viana (MDB) para que lhe seja concedido prazo para manifestação antes de qualquer decisão sobre Luciano. Robson, primeiro na linha sucessória do mandato pela coligação, por isso, tem direito legal de se manifestar no caso.

Caso Luciano Bispo II

Decisão do TSE foi adiada para a análise dos pedidos feitos por Robson Viana, sendo assim, segue indefinida a situação da Assembleia Legislativa do Estado de Sergipe. Quem seguirá com o mandato?

Disputa na Alese

Há rumores de que, sem Luciano Bispo, formariam-se dia chapas para disputar a gestão da Casa Legislativa. Uma, que teria como candidato a presidente o deputado Jeferson Andrade (PSD), terá a interferência direta do governador Belivaldo Chagas (PSD) assim que ele se manifestar, ou seja, atenderá aos apelos do governador. A outra, encabeçada por Zezinho Guimarães (MDB), só depende de um grupo de deputados governistas, oposicionistas e independentes, formada inicialmente para derrotar “o candidato de Belivaldo”.

Prejuízo

Com as dificuldades financeiras já conhecidas, o Estado de Sergipe fica no prejuízo mais uma vez e é condenado pela juíza Simone de Oliveira Fraga a pagar indenização milionária à REVIVER, empresa que gerencia os presídios do Santa Maria, em Aracaju, Estância e Areia Branca. Fala-se em mais de R$ 20 milhões.

Nestor Piva

Para deliberar assuntos pertinentes ao Sistema Único de Saúde (SUS) de Aracaju, o Conselho Municipal de Saúde (CMS) realizou reunião onde aprovou parecer técnico da Comissão de Fundos sobre o contrato emergencial de gestão da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Dr. Nestor Piva. O parecer foi aprovado por 26 votos, sendo seis contra.

Desconto no IPVA

O pagamento em cota única e antecipado do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), além da ausência de multas, pode reduzir o valor do tributo em até 10%. Para garantir o desconto, o pagamento deve ser feito integralmente até 28 de fevereiro de 2019 e não haver débito do imposto relativo a anos anteriores. Não há parcelamento e a cota única é paga, sem desconto, entre março a novembro, a depender do final da placa.

Nacional

Privatização dos Correios

Tida como certa nos planos dos Bolsonaros, a privatização da estatal especializada na entrega de encomendas e cartas, os Correios, ainda não está nos planos do Governo. O presidente em exercício, general Hamilton Mourão, disse que “por enquanto” não há nada sobre privatizar a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT).

Bolsonaro x Jean Willys 

Por meio do Twitter, Jair Bolsonaro negou comemoração após anúncio do deputado federal eleito Jean Willys (PSOL). Jean disse que está sofrendo ameaças e pediu a renúncia do cargo ao qual foi eleito, além de permanecer fora do país. Bolsonaro havia dito pelo mesmo Twitter “Grande dia”. “Fake News! Referi-me à missão concluída, reuniões produtivas com Chefes de Estado, voltando ao país que amo, Bolsa batendo novo recorde na casa dos 97.000 e confiança no nosso país sendo restabelecida, isso faz de hoje um grande dia!”, disse no Twitter.

Lula Marques / Agência PT

O PT se reunirá na próxima segunda-feira, 28.

Vai discutir a organização do partido para as eleições municipais de 2020 e a reaproximação com os movimentos sociais.

Embora ainda não tenha oficializado, o partido terá candidato próprio a prefeito de Aracaju.

O ex-deputado Márcio Macêdo pretende ser o candidato do PT.

Vitor Ribeiro / ASN

O secretário-chefe Geral de Governo, José Carlos Felizola, declarou na manhã desta sexta-feira, 25, que, se o atual presidente da Assembleia Legislativa, Luciano Bispo (MDB), não puder assumir novo mandato dia 1º de fevereiro, o governador Belivaldo Chagas (PSD) não se envolverá na eleição da nova Mesa Diretora da Casa.

Como7up7down informou, o deputado Robson Viana (MDB), que ficou na primeira suplência da Coligação “Pra Sergipe Avançar” nas eleições de 2018, e o Ministério Público pediram prazo para se manifestar antes de qualquer decisão da ministra Rosa Weber, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, sobre o pedido de Luciano de autorização para assumir novo mandato e, conseguentemente, participar da eleição da Mesa Diretora, no próximo dia 1º de fevereiro.

Jadílson Simões / Alese

Antes inimaginável, crescem as chances do deputado estadual Zezinho Guimarães (MDB) presidir a Assembleia Legislativa.

Com o impasse criado pela situação que envolve o atual presidente da Casa, Luciano Bispo (MDB), o nome de Zezinho começou a surgir entre um grupo de deputados governistas, que se dizem insatisfeitos, embora não revelem publicamente, com o governador Belivaldo Chagas (PSD).

A partir daí, o nome cresceu entre oposicionistas e independentes.

Zezinho é da base governista, mas enfrenta dificuldades na relação com o governo.

O ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) foi preso preventivamente ou, seja, por tempo indeterminado, na manhã desta sexta-feira, 25.

Marcelo Camargo / Agência Brasil

Dirceu Pupp Ferreira, contador da esposa de Beto Richa, ex-primeira-dama Fernanda Richa, também é alvo de prisão preventiva.

As prisões foram decretadas pelo juiz Paulo Sérgio Ribeiro, da 23ª Vara Federal de Curitiba.

O ex-governador é investigado pelos crimes de lavagem de dinheiro, corrupção e associação criminosa.

Como7up7down informou, o deputado Robson Viana (MDB) pediu à Justiça Eleitoral que lhe seja concedido prazo para se manifestar sobre qualquer decisão relacionada ao pedido de Luciano Bispo (MDB) para assumir novo mandato, e consequentemente, assumir disputar a eleição da Mesa Direta da Alese dia 1º de fevereiro.

O prazo também é pedido pelo Ministério Público Eleitoral.

Robson ficou na primeira suplência da Coligação “Pra Sergipe Avançar” nas eleições de 2018.

Os pedidos de Robson e do MPE fortalecem a formação de chapas na disputa pela presidência da Assembleia Legislativa.

7up7down apurou que estão sendo formadas duas chapas encabeçada por deputados governistas.

Uma, que teria como candidato a presidente o deputado Jeferson Andrade (PSD), terá a interferência direta do governador Belivaldo Chagas (PSD) assim que ele se manifestar, ou seja, atenderá aos apelos do governador.

A outra, encabeçada por Zezinho Guimarães (MDB), só depende de um grupo de deputados governistas, oposicionistas e independentes, formada inicialmente para derrotar “o candidato de Belivaldo”.

Zezinho Guimarães, embora governista, não caiu nas graças do governador.

Jadilson Simões / Alese

A situação na Assembleia Legislativa é de completa indefinição sobre a situação do atual presidente, Luciano Bispo (MDB) e a eleição da Mesa Diretora.

Nesta quinta-feira, 24, a defesa de Luciano esperava a decisão da ministra Rosa Weber, presidente do Tribunal Superior Eleitoral, sobre seu pedido para assumir novo mandato e, consequentemente, participar da eleição da Mesa, no próximo 1º de fevereiro.

A decisão, positiva ou negativa, era tida como certa para o dia de ontem.

A surpresa foi o pedido apresentado pelo deputado Robson Viana (MDB) para que lhe seja concedido prazo para se manifestar antes de qualquer decisão sobre Luciano.

Veja a petição abaixo:

Petição de Robson Viana

Hoje é dia 25. Poucos dias afastam a indefinição da posse e eleição da Mesa Diretora da Assembleia.

7up7down está em Brasília.

O deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) foi o mais votado no Estado nas eleições de 2018: obteve 102.899 votos.

Seu pai, o deputado estadual Luis Mitidieri (PSD), já disse que ele deve se preparar para disputar o governo nas eleições de 2022.

Reynaldo Barbosa Lima / assessoria.

Voltando de férias com a família, no estilo “sem querer, querendo”, Fábio vai articulando sua candidatura conversando com políticos do grupo governista e até mesmo com quem preferiu deixar o governo para ser candidato pela oposição em 2018, a exemplo do ex-deputado Heleno Silva, chamado por ele de “grande liderança do Sertão”.

Pretende ter Heleno em “projetos futuros”.

Fábio também visitou o prefeito de São Cristóvão, Marcos Santana, que já recebeu convite do senador eleito Rogério Carvalho para que troque o MDB pelo PT.

Rogério também projeta candidatura à sucessão do governador Belivaldo Chagas (PSD).