7up7down

Enquanto o governo prepara a privatização disfarçada de Parceria Público Privada (PPP), da Deso, uma mulher de apenas 43 anos, morreu após sofrer um infarto.

Ela era funcionária da Deso.

Ficou abalada desde a publicação de um relatório do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), pago com dinheiro do contribuinte sergipano, encaminhando a tal privatização e, consequentemente, demissões em massa.

Reprodução