7up7down

Edivaldo Santiago assume, nesta quinta-feira, 14, a presidência do Sindicato dos Motoristas de São Paulo (SindMotoristas). Em uma análise detalhada da nova gestão, em parceria com a Receita Federal e fornecedores, identificou-se um rombo financeiro expressivo de R$ 60 milhões.

Em declarações contundentes, Edivaldo acusa a administração anterior de Valdevan, alegando que “um sindicato respeitado paga as contas, respeita seus parceiros, não fica com fama de caloteiro na praça.”

Divulgação / Assessoria de Comunicação

Valdevan Noventa, derrotado na eleição realizada em novembro, respondeu às acusações por meio de sua gestão. Em comunicado ao Metrópoles, afirmou que as dívidas não foram contraídas por ele e refutou qualquer envolvimento em desvios de recursos do sindicato.

Valdevan tem forte penetração política em Sergipe.