7up7down

Segundo a jornalista Malu Gaspar, de O Globo, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) autorizou a quebra de sigilos do governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), que teve um irmão de criação como alvo, hoje, de agentes da Polícia Federal, que cumpriram mandado judicial.

Tânia Rêgo ⏐ Agência Brasil

Nota da Polícia Federal:

Estão sendo cumpridos três mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça, na cidade do Rio de Janeiro. Policiais federais cumprem ainda sete medidas de afastamento de sigilo bancário e fiscal e seis medidas de afastamento de sigilo telemático.

De acordo com as investigações, a organização criminosa penetrou nos setores públicos assistenciais sociais no âmbito do estado do Rio de Janeiro e realizou fraude a licitações e contratos administrativos, desvio de verbas públicas e pagamentos de “propinas” aos envolvidos nos esquemas criminosos.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

O grupo obteve vantagens econômicas e políticas indevidas, pois procurou direcionar a execução dos projetos sociais para seus redutos eleitorais, aproveitando-se também da população mais necessitada.

Foram identificados pagamentos de vantagens ilícitas variáveis entre 5% e 25% dos valores dos contratos na área de assistência social, que totalizam mais de R$ 70 milhões. As investigações seguem em sigilo.