7up7down

Segundo Allan Simon, do UOL, a Globo fechou acordo bilionário pelo Brasileirão 2023, desembolsando R$ 2,1 bilhões.

Planilha exclusiva obtida pela coluna detalha distribuição dos valores: R$869,4 mi para TV aberta, R$724,5 mi para TV por assinatura e R$302,4 mi para pay-per-view, além de outras despesas.

Reprodução

19 clubes garantiram cota fixa de R$31,9 mi ao assinarem com TV Globo e Sportv. Destaque para o Flamengo, que lidera com receita de R$275,2 mi.

RECEITA TOTAIS DOS CLUBES COM A GLOBO NO BRASILEIRÃO DE 2023

1 – Flamengo (R$ 275,2 milhões)
2 – Corinthians (R$ 187,2 milhões)
3 – Grêmio (R$ 170,1 milhões)
4 – Palmeiras (R$ 162,6 milhões)
5 – Atlético-MG (R$ 121,2 milhões)
6 – Botafogo (R$ 112,5 milhões)
7 – São Paulo (R$ 111,7 milhões)
8 – Fluminense (R$ 105,7 milhões)
9 – Internacional (R$ 105,5 milhões)
10 – Cruzeiro (R$ 98,5 milhões)
11 – Vasco (R$ 97,6 milhões)
12 – Red Bull Bragantino (R$ 85,8 milhões)
13 – Fortaleza (R$ 73,6 milhões)
14 – Bahia (R$ 72,1 milhões)
15 – Cuiabá (R$ 66 milhões)
16 – Santos (R$ 64,2 milhões)
17 – Coritiba (R$ 49,9 milhões)
18 – Goiás (R$ 49,4 milhões)
19 – América-MG (R$ 42,8 milhões)
20 – Athletico (R$ 41,8 milhões)

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

PPV dos clubes com a Globo no Brasileirão 2023

1 – Flamengo (R$ 177,3 milhões)
2 – Corinthians (R$ 118,2 milhões)
3 – Grêmio (R$ 56,9 milhões)
4 – Palmeiras (R$ 50 milhões)
5 – São Paulo (R$ 27,9 milhões)
6 – Vasco (R$ 20,5 milhões)
7 – Cruzeiro (R$ 18 milhões)
8 – Atlético-MG (R$ 16,4 milhões)
9 – Internacional (R$ 15 milhões)
10 – Fluminense (R$ 10,5 milhões)
11 – Santos (R$ 9,95 milhões)
12 – Botafogo (R$ 9,52 milhões)
13 – Bahia (R$ 6,05 milhões)
14 – Fortaleza (R$ 1,96 milhão)
15 – Coritiba (R$ 1,6 milhão)
16 – Goiás (R$ 1,05 milhão)
17 – América-MG (R$ 483,9 mil)
18 – Cuiabá e Red Bull Bragantino (R$ 120,9 mil)
20 – Athletico (R$ 0)

O Athletico, do Paraná, não tem contrato de PPV com a Globo.

Leia reportagem completa