ASN

Por intermédio da Comissão Permanente de Licitação (CPL) da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e da Infraestrutura (Sedurbi), o Governo de Sergipe realizou, na manhã desta quarta-feira, 10, a abertura dos envelopes com a documentação das propostas das duas empresas classificadas  para a licitação do Estudo de Viabilidade Técnica Econômica e Ambiental (EVTEA), criação de Anteprojetos de Engenharia e dos Estudos de Impacto Ambiental e do Relatório de Impacto Ambiental (EIA/Rima), para a construção da ponte sobre o Rio Sergipe, ligando a capital sergipana ao município de Barra dos Coqueiros.

ASN|Divulgação

Foram abertos os envelopes do Consórcio MPB Única e Beck e o Consórcio Ponte Rio Sergipe, tendo em vista a desclassificação de duas participantes  por não atenderem às exigências do processo licitatório, iniciado em setembro de 2023.

Concluída essa etapa, o certame será suspenso para análise das propostas pela equipe de apoio e da CPL, sendo que após o resultado no qual precerá o consórcio que tiver apresentado o melhor preço (40%) e melhor técnica (60%), será realizada a abertura da habilitação do melhor classificado e a homologação.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Representante do Consórcio MPB Única e Beck em Sergipe, o engenheiro civil Ademur José Batista Monteiro se mostra esperançoso para a terceira fase do certame. “Fizemos uma boa pontuação na parte técnica da primeira etapa. A partir de hoje, aguardaremos a análise por parte da comissão e, em razão das três empresas que formam o consórcio possuírem preparo, competência e expertise em suas respectivas áreas de atuação, acreditamos que teremos um bom resultado”, avaliou.  

“Vencemos mais uma etapa do processo de licitação. Agora é aguardar a análise da parte técnica e de preços, para que posteriormente seja feita a divulgação”, explicou o secretário de Estado do Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura, Luiz Roberto Dantas.