ASN

A Fundação de Cultura e Arte Aperipê (Funcap) torna público o seu posicionamento em resposta à declaração feita pelo produtor Cebolinha do Forró em veículos de comunicação, em relação à descontinuidade do projeto Forró dos Idosos, realizado no Complexo Cultural Gonzagão, unidade vinculada à Funcap.

Em primeiro lugar, é importante destacar que foi estabelecido um acordo de cessão de pauta para a realização do evento todas as segundas-feiras com finalização de uma etapa iniciada antes da gestão atual, sendo que a partir da divulgação da nova portaria para uso do equipamento, a Funcap informaria aos produtores interessados no uso daquele espaço sobre as novas regras estabelecidas pela gestão.

Cabe ressaltar que o procedimento de uso de um espaço necessita de informações operacionais do produtor, para que a direção tenha ciência e possa instruí-lo sobre as regras do espaço. Infelizmente, o produtor Cebolinha ignorava essa regra, sustentando um discurso político de proteção ao mesmo e desrespeitando a autonomia da direção do Gonzagão.

De acordo com a coordenadora do espaço Gonzagão, Sandra Nascimento ocorreu um incidente envolvendo o produtor mencionado no mês de dezembro de 2023. Durante um evento particular de grande porte, que não estava relacionado ao projeto Forró dos Idosos, o produtor Cebolinha utilizou indevidamente um quiosque para vendas de produtos, quando a gestão autorizou que ele usasse o espaço apenas para guardar seus objetos até o final de dezembro, exclusivamente para seu evento às segundas-feiras.

Insistindo em não acatar a orientação da diretora, ouve um atrito entre as partes, em que o produtor Cebolinha não apenas desrespeitou a autoridade da diretora, como a enfrentou com atitudes e palavras que caracterizam assédio moral, resultando no registro de um boletim de ocorrência movido pela Sra. Sandra Nascimento. Ela comunicou por Edoc à presidente Antônia Amorosa, e esta, por sua vez, encaminhou o caso ao setor jurídico para um parecer.

Em função da gravidade do ato praticado pelo produtor Cebolinha e considerando o respeito que este governo tem com às mulheres, a presidente determinou a suspensão temporária do evento até resolução do caso, nas vias legais. No presente momento, todas essas questões estão sendo tratadas em um processo interno.

A Funcap, enquanto órgão responsável pela gestão do Complexo Cultural Gonzagão, lamenta profundamente o ocorrido e está avaliando o caso com a devida seriedade, sem abrir mão do respeito que todos devem ter com a atribuição profissional concedida a uma mulher, e que deve ser considerada no exercício legal das suas funções