Agência Senado

O Plenário do Senado aprovou nesta terça-feira (5) uma autorização de empréstimos para a cidade de Maceió (AL) no valor de US$ 40 milhões junto ao Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata). O município sofre com o afundamento do solo e risco de colapso de uma mina em razão da exploração de sal-gema pela indústria petroquímica. O PRS 118/2023 vai à promulgação.

Mina 18 de sal-gema da Braskem – Foto: IMA|Alagoas

De acordo com o relator, o senador Rodrigo Cunha (Podemos-AL), os recursos serão utilizados para a prevenção de catástrofes e para a estabilização de encostas, o que reduzirá o número de habitantes expostos ao risco de deslizamento. 

— Esse momento é de extrema importância. São 40 milhões de dólares para Maceió, que hoje está aniversariando, completa 208 anos, mas que está sendo o centro das atenções deste país. Toda a ajuda, toda movimentação, toda a força positiva é importante para que o município consiga ultrapassar esses grandes desafios oriundos de uma exploração indiscriminada do mineral pela Braskem — disse o senador.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Também foi aprovada uma autorização para que o município de Itabuna (BA) contrate empréstimo no valor de US$ 30 milhões junto ao Fonplata. A verba deverá financiar um programa de melhoria do sistema de esgotamento sanitário, da urbanização da cidade e da mobilidade. A matéria (PRS 117/2023) teve parecer favorável do relator, senador Otto Alencar (PSD-BA), na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e também segue para a promulgação.

TV Senado