7up7down

Nesta segunda-feira, 4, o Conselho Regional de Medicina do Estado de Sergipe (Cremese) anunciou a interdição ética dos setores de obstetrícia e ginecologia da Maternidade Nossa Senhora de Lourdes, em decorrência da falta de médicos e da sobrecarga das equipes que atuam nesses setores.

A situação é crítica, conforme denúncias dos profissionais que trabalham na unidade. Eles relataram que as enfermarias estão superlotadas e que não há controle de fluxo de visitantes, o que aumenta o risco de infecções.

Conselho interdita Maternidade Nossa Senhora de Lourdes 4.9.2023 – Cremese

O Cremese afirmou que a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e o MPSE já estavam cientes da situação, mas não tomaram providências para solucionar o problema.

A interdição ética impede que os médicos realizem atendimentos eletivos nesses setores, ficando restritos aos casos graves. A medida só será suspensa quando a situação for resolvida e o serviço voltar a funcionar normalmente.