7up7down

O verão na Bahia é marcado pelas tradicionais festas populares. Os festejos só terminam na Quarta-feira de Cinzas.

Haja fôlego e muita energia!

Pelourinho, Salvador – Márcio Filho / MTUR

JANEIRO

Folia de Reis (Dia de Reis) – 6 de janeiro 

A programação terá início com a alvorada às 6h; e Missas às 8h (presidida pelo pároco, padre Romildo Pires) e às 19h (sob a presidência do bispo auxiliar da Arquidiocese de São Salvador da Bahia, Dom Marco Eugênio Galrão).

A solenidade tem origem na tradição católica que lembra o dia que Jesus Cristo, recém-nascido, recebeu a visita de três Reis Magos.

Local: Largo da Lapinha.

Lavagem do Bonfim – 11 de janeiro

Lavagem do Bonfim, comemorado na segunda quinta-feira do ano, a tradicional lavagem das escadarias Bonfim é considerada a segunda maior manifestação popular da Bahia, perdendo apenas para o Carnaval.

Local: Da Conceição da Praia, no Comércio, até a Igreja do Bonfim.

Reprodução

São Lázaro – 28 de janeiro

A festa de São Lázaro é celebrada no último domingo do mês de janeiro. Nesta manifestação de origem católica portuguesa é realizada uma missa, tríduo e procissão pelas ruas do bairro em louvor ao santo. É forte a participação do candomblé, que homenageia Omolu com lavagem da escadaria da igreja de São Lázaro, velas acesas e banho de pipoca.

Local: Igreja São Lázaro e São Roque, Federação.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

FEVEREIRO

Lavagem de Itapuã – 1 de fevereiro

Lavagem de Itapuã, comemorado na quinta-feira antes do início do Carnaval de Salavdor, a lavagem é feita por baianas vestidas a caráter que levam potes de cerâmica com flores e água de cheiro que lavam a escadaria da igreja de Nossa Senhora da Conceição de Itapuã. A tarde é a vez dos blocos de chão fazerem a festa.

Local: Itapuã.

Festa de Yemanjá – 2 de fevereiro

Festa de Iemanjá, comemorado em 2 de fevereiro, desde a madrugada, adeptos do candomblé, turistas e devotos formam filas imensas para colocar oferendas e pedidos nos balaios, que ficam na Casa do Peso no Bairro do Rio Vermelho, no fim da tarde, um cortejo com muitas embarcações leva para alto-mar os balaios, carregados de presentes, pentes, espelhos, sabonetes, perfumes, flores, e até joias.

Local: Rio Vermelho.

Fuzuê / Pré-Carnaval de Salvador – 03 de fevereiro

Tradicional pré-carnaval de Salvador.

Local: Circuito Orlando Tapajós (Barra).

Furdunço – Foto: Bruno Concha|PMS

Furdunço / Pré-Carnaval de Salvador – 4 de fevereiro

Parte da programação momesca desde 2014, o movimento mantém a tradição de resgatar os antigos carnavais, dar visibilidade para manifestações populares e lançar novos artistas.

Local: Circuito Orlando Tapajós (Barra).

Carnaval de Salvador – 08 a 13 de fevereiro (quinta a terça-feira)

Três circuitos agitam a cidade: Osmar, o mais tradicional que fica no Campo Grande; Dodô na Barra-Ondina; o Afródromo, dedicado exclusivamente aos blocos afros e afoxés e Batatinha, no Pelourinho com clima de Carnaval de antigamente, que atrai famílias e crianças.

Foliões no trecho Barra/Ondina – Foto: Lucas Moura|Prefeitura de Salvador

Quarta de Cinzas – 14 de fevereiro

O arrastão da Quarta de Cinzas celebra o fechamento do Carnaval de Salvador.

Local: Circuito Dodô (Barra-Ondina).


Com informações da Empresa Salvador Turismo (Saltur)