7up7down

O Senado aprovou na última terça-feira (24) um projeto que reformula e amplia o sistema de cotas no ensino federal. Segundo a proposta, os candidatos que têm direito às cotas só poderão utilizar as vagas reservadas caso não obtenham notas suficientes para ingressar na universidade por meio da oferta regular em ampla concorrência. O projeto também inclui os quilombolas entre os grupos que terão direito à reserva de vagas.

Laércio Oliveira – Foto: Roque de Sá ⏐ Senado

Durante a votação, 24 senadores da oposição, representando quase um terço da Casa, apoiaram uma emenda apresentada pelo senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) que visava eliminar as cotas raciais e para pessoas com deficiência em institutos e universidades federais.

Um dos 24 senadores que apoiaram essa emenda foi o senador Laércio Oliveira,o único representante de Sergipe a votar a favor da emenda de Flávio Bolsonaro. No entanto, após a rejeição da emenda, Oliveira votou a favor do texto final do projeto.

CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Segue a lista de senadores que votaram a favor da emenda de Flávio Bolsonaro:

  • Carlos Portinho (PL-RJ)
  • Ciro Nogueira (PP-PI)
  • Cleitinho (Republicanos-MG)
  • Damares Alves (Republicanos-DF)
  • Dr. Hiran (PP-RR)
  • Eduardo Girão (Novo-CE)
  • Eduardo Gomes (PL-TO)
  • Esperidião Amin (PP-SC)
  • Flávio Bolsonaro (PL-RJ)
  • Hamilton Mourão (Republicanos-RS)
  • Izalci Lucas (PSDB-DF)
  • Jaime Bagattoli (PL-RO)
  • Jorge Seif (PL-SC)
  • Laércio Oliveira(PP-SE)
  • Luiz Carlos Heinze (PP-RS)
  • Magno Malta (PL-ES)
  • Marcio Bittar (União-AC)
  • Marcos Rogério (PL-RO)

Agora, o texto segue para sanção presidencial.

VÍDEOMudanças na Lei de Cotas e Lei Orgânica da Polícia Civil são destaques no Plenário:

TV Senado