7up7down

No Ceará, modelo sergipano para a Educação, cerca de 80% das unidades socioeducativas não têm infraestrutura.

O atual ministro da Educação, Camilo Santana, foi governador de lá.

Socioeducativo do Ceará|Divulgação

Adolescentes que cumprem medidas de privação de liberdade no Ceará são submetidos à violência de agentes do estado, à falta de infraestrutura nas unidades conforme determina a lei e à oferta irregular de escolarização. Além disso, entre 2006 e 2022, 19 jovens foram mortos dentro do Sistema Socioeducativo Cearense em contexto de violência.

Agência Brasil [leia aqui]

Sergipe já está implantando isso, e não dá certo.

Infelizmente, o governador Fábio Mitidieri (PSD) não ouve quem devia ouvir.